Petrobras não vai repassar reajuste a contratos em vigor

O presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli, informou que a estatal só repassará o reajuste do gás natural boliviano importado em novos contratos com distribuidoras e postos. Não haverá aumento, portanto, sobre contratos em vigor. "Os contratos estão dados, firmes", afirmou Gabrielli. "Já os novos contratos terão que levar em conta diversos fatores que envolvem investimentos de produção e preços internacionais", afirmou. Ao ser questionado sobre valores, Gabrielli ironizou: "O futuro é incerto. Se fosse certo era muito fácil."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.