Petrobras negocia parceria com estatal chilena

A Petrobras está negociando com a estatal chilena Empresa Nacional del Petróleo (Enap) a entrada no mercado de combustíveis do país. A Enap busca um parceiro para a ampliação da refinaria de Concón, um investimento de US$ 300 milhões, e a estatal brasileira é uma das interessadas, segundo disse a empresa chilena à imprensa local. O projeto prevê a melhoria na produção de gasolina e diesel da refinaria a partir do processamento de petróleo pesado, que o Brasil produz em abundância. Chile, Paraguai e Uruguai são os três únicos países da América do Sul nos quais a Petrobrás ainda não tem negócios. A empresa confirma o interesse em entrar nestes mercados, mas informou, através da assessoria, que não há definição sobre projetos específicos. O gerente-geral da Enap, Daniel Fernández, condicionou um futuro contrato de fornecimento do óleo pesado que será processado em Concón a uma participação financeira no empreendimento. No primeiro semestre de 2003, a estatal vendeu à Enap quatro milhões de barris de petróleo, a um custo estimado em US$ 120 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.