coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Petrobras perde disputa pelo controle de refinaria na Colômbia

A Petrobras perdeu, para o grupo suíço Glencore, a disputa pelo controle da Refinaria de Cartagena, na Colômbia. A decisão foi anunciada nesta sexta-feira pela estatal colombiana Ecopetrol, dona da refinaria, depois que as duas empresas disputaram o negócio em leilão. A Glencore propôs o pagamento de US$ 630,7 milhões por 51% das ações da refinaria, contra uma oferta final de US$ 595 milhões da estatal brasileira.As duas empresas apresentaram ofertas para a Ecopetrol na semana passada, em envelopes que foram abertos na manhã desta sexta. Como nenhum dos concorrentes chegou ao preço mínimo de US$ 625 milhões pedido pelos bolivianos - valor que só foi informado ao final do processo -, a Ecopetrol deu início a um leilão. No início da tarde, a empresa anunciou o vencedor, que terá que investir até US$ 800 milhões para aumentar a capacidade da refinaria e modernizar os equipamentos.A Petrobras já opera na Colômbia, com ativos na área de exploração e produção e uma rede de postos de gasolina recém-adquirida da anglo-holandesa Shell. Além de verticalizar as atividades no País, onde produz cerca de 17 mil barris por dia, a empresa pretendia processar óleo brasileiro em Cartagena, para aumentar o valor de venda de sua produção no mercado internacional. A aquisição de capacidade de refino no exterior é um dos principais focos da área internacional da Petrobrás para os próximos anos. A empresa não quis comentar o resultado da concorrência.

Agencia Estado,

25 de agosto de 2006 | 19h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.