Petrobras pode incluir Uruguai em projeto de expansão

A Petrobras pode incluir o Uruguai em seuprojeto de expansão pela América do Sul. No início da semana,executivos da estatal estiveram em Montevidéu para analisar osativos da estatal uruguaia Administracion Nacional deCombustibles, Alcohol y Portland (Ancap), que abriu negociaçõespara uma associação com empresas estrangeiras. Com a recém concluída compra da argentina Perez Companc,a estatal brasileira já tem operações em outros quatro países docontinente. A assessoria de imprensa da Petrobras confirmou quea empresa está "avaliando o portfólio" da Ancap. Não há, porém nenhuma decisão sobre a parceria com a empresa do país vizinho.Repsol-YPF, Shell, Petróleos de Venezuela (PDVSA), CompanhiaEspañola de Petróleos e a Perez Companc também participam doprocesso, iniciado em 2001. A empresa pretende abrir paraparceria negócios na área de refino, distribuição ecomercialização de derivados. O principal ativo nesta operação é o projeto deampliação da Refinaria de La Teja, em Montevidéu, atualmente comcapacidade para processar 40 mil barris de petróleo por dia. AAncap pede que o parceiro faça os investimentos necessários àexpansão e garante o mercado para a venda dos combustíveisproduzidos. "Seria um negócio extremamente positivo para aPetrobras", diz o analista de petróleo do banco Fator DóriaAtherino, Luiz Paulo Foggetti. Segundo ele, a estatal brasileira busca alternativas derefino e, "em vez de comprar uma refinaria, se puder seassociar a outra empresa, não gasta tempo nem dinheiro". "Umaassociação com a Ancap faz todo sentido se pensarmos emMercosul. A Petrobras já tem petróleo na Argentina, que pode serescoado para o Uruguai", avalia. A presença da Petrobras na América do Sul deu um saltosignificativo no último ano, com a conclusão do acordo de trocade ativos com a Repsol-YPF e a compra das petroleiras PerezCompanc e Santa Fe, todas na Argentina. A empresa é a maiorpetroleira na Bolívia, onde produz gás e refina e distribuicombustíveis, e a segunda maior na Argentina, onde passou aatuar da produção de petróleo à venda de derivados. A compra da Perez Companc pôs a Petrobras também naVenezuela - país onde estão as maiores reservas do Ocidente eque tem nos Estados Unidos seu grande mercado. Segundo oplanejamento estratégico da Petrobras, a América do Sul, o Golfodo México e a costa Oeste da África são prioridades para aexpansão internacional. O governo uruguaio espera decidir sobreo futuro parceiro da Ancap até o final do ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.