Petrobras pretende captar US$ 5 bi até o final do ano

O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, afirmou hoje que a companhia pretende captar, até o final do ano, US$ 5 bilhões no mercado de capitais. O executivo não revelou por meio de qual ferramenta captará os recursos, mas disse que "provavelmente será por meio da emissão de bônus". Segundo Gabrielli, os recursos serão utilizados para investimentos na área da camada pré-sal, na Bacia de Santos, que está sendo explorada pela estatal.O pré-sal é uma camada de reservatórios que se encontram no subsolo do litoral do Espírito Santo a Santa Catarina, ao longo de 800 quilômetros, em lâmina d?água que varia entre 1,5 mil e 3 mil metros de profundidade e soterramento (área do subsolo marinho que terá de ser perfurada) entre 3 mil e 4 mil metros. O óleo está em uma área muito profunda, sob uma camada de sal, abaixo do leito marinho.Durante entrevista à imprensa em Houston, nos Estados Unidos, Gabrielli não comentou sobre o potencial das reservas recém descobertas pela empresa. "Nós não sabemos", respondeu ao ser questionado sobre o tamanho das reservas na área Pão de Açúcar. O presidente da Petrobras, que participa da Offshore Technology Conference (OTC), afirmou que é preciso aguardar a realização dos testes para afirmar com propriedade o potencial das reservas. O diretor de Exploração e Produção da estatal, Guilherme Estrella, confirmou apenas o potencial já anunciado para Tupi, de 5 bilhões a 8 bilhões de barris de óleo equivalente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.