Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Petrobras pretende perfurar 32 poços no entorno de Tupi

O gerente-executivo de Exploração e Produção da Petrobras, Hugo Repsold, informou que a estatal deverá perfurar 32 poços entre o final deste ano e meados de 2008, no entorno do bloco de Tupi, na Bacia de Santos. Em teleconferência realizada hoje para analistas estrangeiros para divulgar o balanço financeiro do terceiro trimestre deste ano, o executivo disse apenas que não poderia revelar o cronograma destas perfurações, devido à estratégia da empresa e para evitar "expectativa no mercado".Ele completou, porém, que todas as áreas que a Petrobras possui na Bacia de Santos terão perfurações ainda este ano. "Estamos deslocando nossas sondas e aguardando as janelas disponíveis para poder encaixar o nosso cronograma", comentou. Segundo ele, apesar do elevado risco geológico, a confirmação das reservas de Tupi fez com que todos os campos ao redor tenham perspectivas cada vez melhores.Das oito áreas já concedidas pela ANP na região no em torno de Santos, a estatal detém cinco em parcerias e uma delas sozinha. As mais fortes expectativas do mercado estão em torno do bloco BM-S-9, no qual a Petrobras é operadora, em parceria com a britânica BG (30%) e com a Repsol (25%). O campo fica exatamente ao lado de Tupi, onde a Petrobras identificou reservas abaixo da camada de sal, em torno de 5 a 8 bilhões de barris de óleo equivalente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.