Petrobras prevê melhora no caixa com alta da gasolina

O diretor financeiro da Petrobras, Almir Barbassa, disse hoje que há a expectativa de uma melhor geração de caixa com o aumento do preço da gasolina e do diesel, anunciados no dia 30 de abril. Ele lembrou que os dois combustíveis representam entre 55% e 60% da geração de caixa da empresa.Segundo Barbassa, o preço médio de realização da companhia para o barril de petróleo saltou de US$ 71,50 no primeiro trimestre de 2007 para US$ 93,90 no primeiro trimestre deste ano. No mesmo período, o preço médio de realização do barril no mercado americano foi de US$ 68,86 para US$ 104,25. "Isso nos permitiu uma visualização de um novo patamar que obrigou o reajuste de nossos preços", disse o diretor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.