Petrobras produzirá álcool visando exportação

A Petrobras vai entrar na produção de álcool com uma participação minoritária, de até 15%, em projetos que envolvem novas usinas e áreas de cultivo, informou nesta quinta-feira à Reuters o diretor de Abastecimento da estatal, Paulo Roberto Costa. A companhia brasileira analisa, junto com a japonesa Mitsui, 40 projetos de novas usinas estimados em 8 bilhões de dólares. O objetivo é garantir a exportação de 3,5 bilhões de litros do combustível a partir de 2011."O objetivo da nossa participação é dar garantia para o comprador da entrega do produto nos contratos de longo prazo que faremos", disse Costa, prevendo para "breve" o anúncio da assinatura dos contratos para iniciar os projetos.Ele explicou que a estatal atualmente trabalha em três frentes - produção, logística e venda -, e que precisa avançar bastante na venda para iniciar as duas primeiras etapas. "Estamos bem avançados no Japão, mas vemos muitas oportunidades nos Estados Unidos e outros mercados como China e Coréia", informou.Costa afirmou ainda que não há planos de criar uma subsidiária para liderar a entrada da Petrobras na produção e exportação de álcool, como chegou a ser veiculado na imprensa, mas que a estatal está firme na decisão de tocar à frente o novo empreendimento. "Estamos analisando 40, mas podemos ver 80 projetos daqui a alguns anos, existe um grande mercado externo e esse é o nosso foco", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.