Petrobras: proposta inicial para Esso só envolve Brasil

O diretor da área internacional da Petrobras, Jorge Zelada, afirmou hoje que a proposta feita pela estatal para a compra dos ativos da Esso refere-se apenas à distribuição de combustíveis no Brasil. Segundo ele, os ativos da companhia norte-americana serão negociados em blocos e não todos juntos como estava previsto anteriormente.Ele confirmou o interesse da Petrobras também na área de distribuição da Esso no Chile e no Uruguai, mas disse que estas negociações ainda não começaram. "Vamos disputar com outras empresas a participação no Chile, mas isso será num outro momento", disse Zelada em entrevista à imprensa na sede da empresa. Ele não quis detalhar se a companhia fez a proposta sozinha ou em parceria com a AleSat, como foi comentado no mercado. O diretor também não detalhou o valor oferecido na proposta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.