Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Petrobras quer criar empresa para consolidar pólo do Sul

O diretor de Abastecimento e Refino da Petrobras, Paulo Roberto Costa, disse hoje que será criada uma empresa no Sul do País que vai unificar as atividades das unidades petroquímicas da região, a exemplo do que se pretende com a criação da Companhia Petroquímica do Sudeste (CPS). A unidade do Sul, segundo Costa, excluiria somente as atividades da refinaria da Ipiranga, adquirida com a compra do grupo efetuada por Petrobras, Braskem e Ultra."Se não fosse para consolidar as atividades em uma única empresa, não faria sentido comprar a Ipiranga", disse Paulo Roberto Costa, após participar da cerimônia de batismo da plataforma P-54, no estaleiro Mauá Jurong, em Niterói. Ele não quis dar maiores detalhes sobre a criação da nova empresa.Segundo ele, o grupo de trabalho que está articulando as negociações relativas à aquisição da Ipiranga deve concluir os estudos na primeira semana de setembro. Com isso, segundo ele, será possível determinar quais atividades poderão ser desenvolvidas na refinaria localizada no Sul do País.O diretor afirmou que é intenção da Petrobras operar a refinaria e reativar a produção de combustíveis, especialmente o diesel, em breve. Hoje, a unidade está destinada apenas à produção de nafta, mas o diesel já é rentável, ante o preço do combustível negociado internacionalmente. "Podemos aumentar o volume de produção, destinar as atividades apenas para nafta, para biocombustível, ou qualquer outro combustível. O que vai determinar essa equação é a finalização dos estudos que vêm sendo desenvolvidos pelo grupo de trabalho", disse Costa.

KELLY LIMA, Agencia Estado

21 de agosto de 2007 | 18h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.