Petrobrás quer incluir refinarias do NE em novo plano de negócios

A presidente da estatal disse os projetos das refinarias Premium do Maranhão e Ceará foram melhorados

Sabrina Valle e Wellington Bahnemann, da Agência Estado,

27 de setembro de 2013 | 16h09

RIO - A presidente da Petrobrás, Graça Foster, disse nesta sexta-feira, 27, esperar incluir as refinarias Premium do Maranhão e do Ceará no plano de negócio 2014-2018. O plano será anunciado no ano que vem. Segundo ela, os projetos ainda não estão 100% garantidos, mas Graça disse que foi contratada uma empresa americana para melhorar o indicador de Valor Presente Líquido dos projetos, que estavam com custo muito acima do desejado.

A executiva disse que houve muito avanço e que foram retiradas redundâncias, tornando o projeto mais compacto. Isso permite, por exemplo, a economia em tubulação e válvulas.

Graça reafirmou que está previsto para março ou abril a abertura de licitação para contratação de serviços para a construção. Ela disse que, além de um projeto rentável, as refinarias precisam ser possíveis de serem financiadas dentro dos planos da companhia.

Ela admitiu estar conversando com a Sinopec para uma parceria e disse que a chinesa terá um projeto próprio de refinaria que também estará na mesa em fevereiro.

Gasolina. Graça afirmou que não discutiu com a presidente Dilma Rousseff e o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, o aumento dos combustíveis em reunião realizada em Brasília. "Não foi o aumento do combustível", disse a executiva, em coletiva de imprensa.

Graça Foster preferiu não comentar o teor da reunião. "É agenda da presidenta. Não tenho como colocar (o que foi discutido)", afirmou. A executiva assegurou que não há previsão de aumento dos combustíveis no curto prazo.

Mais conteúdo sobre:
petrobras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.