Petrobras recebe nova multa da ANP; autuações em 1 mês somam R$67,7 mi

A Petrobras levou cinco multas do órgão regulador em menos de um mês que somam mais de 67 milhões de reais, todas devido a irregularidades ligadas a medição da produção de petróleo e gás de plataformas.

REUTERS

15 de agosto de 2014 | 19h20

A mais recente delas, a quinta autuação, foi informada nesta sexta-feira pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), no valor de 47,25 milhões de reais.

A multa, a mais alta entre as recentes, foi aplicada devido a divergências em informações da produção de gás da plataforma P-50, no período de abril de 2006 a julho de 2011.

A P-50 opera no campo de Albacora Leste, na Bacia de Campos.

Essa multa foi definida em reunião de diretoria de 6 de agosto, cuja ata foi publicada na quinta-feira no site da autarquia. Na reunião, a estatal teve recurso negado pela ANP.

"Não há mais possibilidade de recurso administrativo", afirmou a agência nesta sexta-feira, em nota.

Outras quatro multas, definidas desde meados de julho, somaram 20,5 milhões de reais.

Na semana passada, a agência reguladora afirmou, em nota, que a fiscalização dos sistemas de medição da produção é uma "atribuição legal e atividade rotineira" da ANP.

Desde 2011 até a semana passada, a agência reguladora havia aplicado mais de 39 multas a nove diferentes empresas.

Procurada, a Petrobras não comentou imediatamente a informação.

(Por Marta Nogueira)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSPETROBRASMULTAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.