Petrobrás: saque não vale para recursos próprios

Para quem investiu com recursos próprios, as regras são diferentes. A carência mínima para saque, com 10% de desconto na compra das ações, termina sete meses e 15 dias após a data em que se fez a aplicação. Nesse caso, o investidor pode escolher livremente entre sacar parte do dinheiro, encerrar a aplicação, transferir os recursos ou manter o dinheiro investido. A Diretora de Fundos de Investimentos do BCN, Angela Assumpção, afirma que mesmo podendo retirar o dinheiro aplicado, o investidor não deve fazê-lo. "O aplicador já está posicionado em um investimento que ainda projeta bons ganhos este ano", diz. Angela também diz que, se acontecer algum problema nesse período, rapidamente o investidor poderá deslocar seus recursos. O diretor de Recursos de Pessoas Físicas da Corretora Ágora, Álvaro Bandeira, mostra que, com metade do desconto, o rendimento acumulado de 59%, cairia para cerca de 42%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.