Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Petrobrás sobe mais de 2% e puxa ganho do Ibovespa

Bolsa paulista fechou em alta de 1,32%, aos 66.684,59 pontos. No mês acumula ganho de 1,33% e no ano, de 17,50%

Cláudia Violante, da Agência Estado,

26 de março de 2012 | 18h29

O índice alemão Ifo de confiança das empresas aumentou mais do que o esperado em março e deu a senha para as bolsas de valores abrirem a última semana do mês em alta. A Bovespa beneficiou-se do movimento empurrada pelas ações da Petrobrás e também de companhias cujos balanços agradaram aos investidores, caso de Suzano e Marfrig. A espera pelos números, no entanto, fez Gol desabar.

O Ibovespa fechou em alta de 1,32%, aos 66.684,59 pontos. Na mínima, registrou 65.818 pontos (+0,01%) e, na máxima, os 66.776 pontos (+1,46%). No mês, voltou a acumular ganho, de 1,33%, e, no ano, avança 17,50%.

A Alemanha informou que o índice de confiança das empresas subiu em março pelo quinto mês consecutivo, para 109,8, e acima da previsão de 109,5. Além disso, o dado de fevereiro foi revisado para cima, a 109,7.

Nos EUA, o discurso de Ben Bernanke também deu combustível às compras, ao sinalizar que será mantida a política acomodatícia do banco central, colocando uma pedra às especulações de que a autoridade monetária poderia subir o juro no próximo ano.

O Dow Jones fechou a sessão com ganho de 1,23%, aos 13.241,63 pontos, o S&P avançou 1,39%, aos 1.416,51 pontos e o Nasdaq teve elevação de 1,78%, aos 3.122,57 pontos.

As bolsas europeias também subiram, com exceção de Madri. Ontem, o partido do primeiro-ministro espanhol Mariano Rajoy não conseguiu garantir a maioria em uma eleição na Andaluzia, o que poderá dificultar a implementação de medidas de austeridade na região para cortar o déficit do país.

As ações da Petrobrás voltaram a avançar hoje, com declarações de sua presidente, Maria das Graças Silva Foster, publicadas no final do semana. Ela voltou a falar sobre a necessidade de reajustar o preço do combustível, tema sensível ao mercado e que agrada quando o viés é de alta. Petrobrás ON, +2,29%, e PN, +2,15%. Vale fechou em alta de 1,35% na ON e de 1,21% na PNA. À espera do balanço, Gol PN caiu 3,76%, a maior baixa do Ibovespa.

Tudo o que sabemos sobre:
bovespaPetrobrasfechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.