Petrobras terá desconto pela Suzano Petroquímica

O valor final de compra da Suzano Petroquímica ficará 1% abaixo do preço de R$ 2,7 bilhões anunciado pelo Petrobras no dia 3 de agosto, revela uma fonte ouvida pela reportagem do jornal O Estado de S. Paulo. O desconto final ficará em R$ 27 milhões e se refere, basicamente, a uma reavaliação de quanto vale a participação da Suzano na Petroflex, que tem ainda como sócios a Braskem e a Unipar. O fechamento da operação de compra da Suzano Petroquímica pela Petrobras acontecerá na sexta-feira da semana que vem (dia 30), no Rio de Janeiro.Depois do primeiro anúncio do negócio, em agosto, a Petrobras começou a fazer uma avaliação detalhada do valor da Suzano. Pelo acordo entre as duas empresas, a diferença de preço entre o valor anunciado e o pagamento final não poderia ser maior do que R$ 80 milhões. Essa era a margem para mudar o valor do cheque, para mais ou para menos. Ficou em R$ 27 milhões para menos.Quando o negócio foi anunciado, o preço foi considerado alto por investidores e analistas de mercado. Uma dia antes de anúncio da compra, o valor de mercado da Suzano Petroquímica - se consideradas as ações preferenciais negociadas no mercado - era de R$ 1,3 bilhão, preço R$ 1,4 bilhão abaixo do valor oferecido. A negociação inclui unidades de produção de polipropileno e participações acionárias nas centrais Petroquímica União (PQU), em São Paulo, e Rio Polímeros (Riopol), no Rio de Janeiro. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.