Petrobrás: uma das melhores aplicações

Os fundos de ações da Petrobrás, iniciados em agosto, chegam ao fim de 2000 como uma das aplicações que trouxeram melhor rendimento aos investidores. Segundo a Associação Nacional dos Bancos de Investimento (Anbid), os fundos com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) rendiam 38,19% até a quinta-feira; os fundos com recursos próprios, 39,30%.Boa parte desse ganho vem do desconto de 20% dado na compra das ações, um benefício a que o cotista só terá direito se deixar o dinheiro aplicado por no mínimo 12 meses. Gustavo Alcântara, analista financeiro do Banco Prósper, diz que o programa se tornou muito vantajoso por aceitar recursos do FGTS, sujeitos a um rendimento irrisório - 5,37% este ano.Segundo José Costa Gonçalves, analista de Investimentos da Stock Máxima, excluindo-se uma possibilidade de uma depressão econômica no exterior, o preço da ação ordinária (ON) da Petrobrás, que forma os fundos, deverá subir bem no próximo ano. "A perspectiva de produção, em três anos, de 100% do petróleo consumido internamente 100% nacional em três anos e a administração da empresa nos moldes privados mantêm a procura dos investidores pela ação e a sua valorização", afirma ele.

Agencia Estado,

26 de dezembro de 2000 | 15h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.