Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Petrobrás utilizará refinaria no Japão para distribuir na Ásia

Operações de recebimento do petróleo brasileiro e sua distribuição para o continente começarão em 2010

Kelly Lima, da Agência Estado,

28 de outubro de 2009 | 17h07

A Petrobrás vai fazer sua refinaria japonesa Nansei Sekiyu o principal ponto de distribuição da Companhia no continente asiático, informou nesta quarta-feira, 28, o presidente da estatal José Sérgio Gabrielli, em visita àquele país. Gabrielli participou de reunião com o Ministro do Meio Ambiente japonês, Sakihito Ozawa, em Tóquio, segundo informações da assessoria de imprensa, para apresentar os avanços brasileiros no setor de energias renováveis, com foco em etanol. Nesta quarta-feira, a Petrobrás inicia a comercialização da gasolina E3 (com adição de 3% de etanol) para o segundo posto de combustível naquele país.

 

Veja também:

linkIndústria naval prevê US$ 55 bi em investimentos

linkPré-sal: relator mantém Petrobras como operadora única 

 

Segundo a nota da assessoria de imprensa, as operações de recebimento do petróleo brasileiro na Nansei Sekiyu e sua distribuição para a Ásia deverão começar em 2010. O presidente da empresa também disse que a Petrobrás já encomendou um estudo sobre as tendências do consumo na Ásia para orientar o projeto de adequação (Revamp) da Refinaria de Okinawa, possibilitando o refino do petróleo brasileiro. A Nansei Sekiyu refina hoje apenas petróleo leve e a maior parte do petróleo brasileiro é do tipo pesado. A adequação poderá também processar petróleo do Brasil, o que resultará em maior ganho financeiro com a comercialização de derivados.

 

A nota informou ainda que a Petrobrás também negocia com o Governo de Okinawa tornar a província um modelo de distribuição da gasolina E3 no Japão, podendo ser ainda a localidade modelo para início das vendas do E10 (adição de 10% de etanol).

 

O segundo posto de combustível naquele país a vender a gasolina E3 fornecida pela refinaria Nansei Sekiyu/Petrobrás está localizado na cidade de Toyohashi, a 300 km da região central do Japão. A Petrobrás produz o combustível em uma planta na cidade de Sodegaura, na região de Kanto (centro do país) e já comercializa o produto em um posto de gasolina em Kawasaki, a 70 km de Tóquio. A venda do E3 no Japão é coordenada pela Brazil Japan Ethanol (BJE), joint venture entre a Petrobrás e a Nippon Alcohol Trade.

 

A Petrobrás possui 87,5% de participação societária na refinaria Nansei Sekiyu, em Okinawa, com capacidade de processar 100 mil barris de petróleo leve por dia e produzir derivados de alta qualidade e nos padrões do mercado japonês. Também conta com um terminal de petróleo e derivados para armazenamento de 9,6 milhões de barris e comporta suporte logístico para distribuição dos produtos da Petrobras no mercado asiático.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.