Petrobras vai explorar plataformas na Argentina

A Petrobras assinou nesta quarta-feira, em Buenos Aires, um acordo com a Repsol YPF e a Energia Argentina (Enarsa) para formar um consórcio que vai explorar dois blocos offshore no mar argentino.O acordo prevê um investimento de US$ 50 milhões ao longo de cinco anos para o desenvolvimento e exploração das jazidas, uma delas em frente à cidade de Mar del Plata, na província de Buenos Aires, e o outro ao sul de Rio Negro."Vamos usar tecnologias de ponta, porque temos de explorar em águas muito profundas, a até 1.500 metros. Estamos otimistas em encontrar uma estrutura petrolífera de grande porte", disse Exequiel Espinosa, presidente das Enarsa, em entrevista coletiva.A operação ficará por conta da Petrobras, que tem 85% de suas reservas no mundo em explorações "offshore", um dado que Espinosa destacou como "fundamental" para a implementação do projeto. Petrobras e Repsol YPF vão dividir a responsabilidade pelo financiamento. Em janeiro, a Petrobras já havia assinado outros acordos de prospecção, desenvolvimento e produção de hidrocarbonetos em áreas de grande potencial da plataforma continental argentina, no golfo San Jorge, Colorado Marina e Austral. A empresa se associou com Enarsa, Repsol YPF e Petrouruguay."Este é um desafio muito saudável para o ´offshore´ argentino e nos faz lembrar que há 25 anos começamos a explorar as costas do Brasil com as mesmas dúvidas que hoje tem a Argentina", comentou Alberto da Fonseca Guimarães, presidente da Petrobras Energia, subsidiária da estatal na Argentina, antes de lembrar a "exuberante" produção da empresa em águas profundas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.