Petrobrás vai explorar reservas de gás na Argentina

A Petrobrás Energia, braço da estatal brasileira que atua na América Latina, informou que fechou um acordo com o governo da província argentina de Santa Cruz para a exploração de reservas de gás na Patagônia.O acordo foi fechado na última sexta-feira entre Alberto Guimarães, diretor da Petrobrás Energia, e o governador em exercício de Santa Cruz, Carlos Sancho.Será formada uma sociedade entre a empresa brasileira e a estatal da província argentina Fomento Mineiro de Santa Cruz (Fomicruz) para a exploração de duas reservas gasíferas: Glencross e Estancia Chiripá. A Petrobrás terá 87% da sociedade e a Fomicruz 13%. A previsão é de que entre US$ 300 e 400 milhões sejam investidos na região nos próximos oito anos.A expectativa da Petrobrás é que, no auge da exploração, as duas reservas de Santa Cruz alcancem a produção de 6 milhões de metros cúbicos de gás, um desempenho próximo ao das áreas gasíferas exploradas na Bolívia.Nos termos do acordo, a Petrobrás se compromete a contratar até 80% da mão-de-obra demandada pelos investimentos entre os trabalhadores da província, que é o berço do presidente da Argentina, Néstor Kirchner. A empresa brasileira também aceitou que seja dada preferência a fornecedores locais e que, caso haja algum projeto produtivo da província que demande energia, a sociedade formada pelas duas empresa provenha até 60% da produção das reservas exploradas para os empreendimentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.