Petrobrás vai investir R$ 58,8 bilhões este ano

A Petrobrás anunciou ontem que vai investir R$ 58,812 bilhões este ano. A cifra corresponde ao orçamento da controladora aprovado pelos acionistas em assembleia.

SABRINA VALLE / RIO, O Estado de S.Paulo

21 de março de 2012 | 03h05

Desse total, a área de Exploração e Produção receberá 59,02%, o segmento de Abastecimento ficará com 33,1%, Gás e Energia com 5,42% e os 2,46% restantes serão divididos pelas outras áreas de negócios da estatal.

Segundo uma fonte ligada à Petrobrás, os R$ 58,8 bilhões aprovados para este ano não representam uma possível revisão de investimentos consolidados da companhia.

O plano de negócios prevê investimentos de R$ 224,7 bilhões entre 2011 e 2015.

"A Petrobrás tem 300 empresas. O que importa são os R$ 87,5 bilhões (o investimento total previsto para este ano)", disse a fonte.

Em 2011, o orçamento para controladora havia sido de R$ 69,8 bilhões.

O valor aprovado para 2012 na última assembleia é 16% menor. "Essa redução não tem significado algum", comentou.

A Petrobrás, incluindo subsidiárias como Transpetro e BR Distribuidora, prevê R$ 87,5 bilhões de investimento neste ano.

Para o ano passado, foram previstos inicialmente R$ 93 bilhões. "Essa é a comparação correta", disse a fonte.

Revisão. A companhia já afirmou que os R$ 87,5 bilhões estão sendo reexaminados, como é feito periodicamente pela estatal, e que é possível que haja diminuição do valor. Mas não há data para um anúncio.

A redução aliviaria a pressão no caixa da empresa e é aguardada com ansiedade pelo mercado.

Em 2011, por exemplo, houve revisões para baixo.

O investimento consolidado previsto inicialmente em R$ 93 bilhões foi reduzido duas vezes, primeiro para R$ 84 bilhões e, depois, para os R$ 72,6 bilhões efetivamente aplicados no ano.

Os R$ 58,8 bilhões aprovados ontem constavam de documento assinado pela presidente Graça Foster, datado de 15 de fevereiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.