Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Petrobras vai retirar funcionários da Líbia

O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, disse que a empresa está mobilizada para retirar os funcionários que ainda estão na Líbia, durante entrevista à imprensa em Porto Alegre, nesta terça-feira. "Estamos acompanhando de perto o que está acontecendo", ressaltou, referindo-se à instabilidade política do país do Norte da África.

ELDER OGLIARI, Agencia Estado

22 de fevereiro de 2011 | 17h56

"A situação modificou um pouco de ontem para hoje", avaliou. "Temos plano, mas não vou revelar o plano pela imprensa; quando executarmos eu aviso", esquivou-se, alegando questões de segurança para não informar detalhes da operação. Segundo Gabrielli, a Petrobras tinha nove funcionários na Líbia. Dois já saíram e outros sete permanecem no país.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoconflitoLíbiaPetrobras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.