Petrobrás venderá debêntures para pessoas física

A Petrobras reservou R$ 50 milhões dos R$ 775 milhões em debêntures para serem vendidas a pessoas físicas até 1º de novembro. Os investidores vão poder comprar os papéis nas agências do Unibanco, Itaú e ABN, os três bancos que coordenaram a operação. Essa é a primeira vez que uma companhia faz uma operação deste tipo voltada para o pequeno investidor. "Seria menos custoso para Petrobras vender fora das agências, mas nosso objetivo é consolidar o mercado secundário e para isso é preciso educar o investidor", informou o diretor financeiro da Petrobras, João Nogueira Batista. Ele disse que na quinta-feira serão publicadas as regras de venda dos R$ 50 milhões em debêntures destinados às pessoas físicas. O pequeno investidor poderá adquirir os papéis na mesma taxa, de IGP-M mais 10,30% ao ano. O executivo, porém, não quis adiantar como serão os detalhes da venda. O prazo para a reserva dos títulos será até o dia primeiro de novembro, quando será feita a liquidação financeira da operação. "Em função do sucesso da participação de pessoas físicas na primeira operação (que foi realizada em agosto deste ano) exigimos dos bancos que oferecessem os papéis no varejo, com objetivo de estimular o mercado de capitais", afirmou o diretor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.