finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Petroleiros de Paulínia fazem paralisação antes da chegada de Lula

Pouco antes da chegada do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Refinaria de Paulínia, para inaugurar as obras da construção do gasoduto que ligará Campinas ao Rio de Janeiro, os empregados da refinaria fizeram uma paralisação das atividades por duas horas, com o objetivo de protestar pela demora da Petrobras na apresentação de uma contraproposta salarial na data-base da categoria, em setembro. Segundo o diretor da Federação Única dos Petroleiros (FUP), José Genivaldo da Silva, a categoria propôs reajuste de 13%. A FUP deu um prazo até o próximo dia 20 para que a Petrobras se manifeste.Uma carta será entregue hoje pela Federação ao presidente da estatal, José Eduardo Dutra, com cópia para o presidente Lula. Na carta, também deverá constar um protesto da FUP contra a realização da sétima rodada de licitações da Agência Nacional de Petróleo (ANP).

Agencia Estado,

14 de setembro de 2004 | 13h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.