carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Petroleiros do norte fluminense decidem cancelar greve

Os petroleiros da região norte fluminense decidiram cancelar a greve que começaria à meia-noite de hoje. Assembléias em 40 das 42 plataformas de produção da Petrobras instaladas na região aceitaram proposta da estatal que atende parcialmente o pedido dos trabalhadores de considerar como dia de trabalho e não de folga a data de desembarque nas unidades em mar. A companhia repetiu a oferta de adotar meia folga para este dia, que já havia feito antes e tinha sido negada pelos petroleiros. Desta vez, porém, a estatal estendeu a oferta para até o período de 2005.O Sindipetro informou que a categoria aceitou porque receberá o valor de pagamento equivalente a este período de folgas acumuladas retroativo a 2005. Os trabalhadores do norte fluminense estavam isolados na manutenção da data da greve. Isso porque na semana passada a Federação Única dos Petroleiros (FUP) já havia aceitado a proposta da Petrobras, que elevou de 13% para 15% a partilha dos lucros. A FUP já havia anunciado o cancelamento da greve, mas o Sindipetro continuou negociando a questão da folga. Os petroleiros fizeram greve no último dia 14 de julho, o que reduziu a produção da companhia em cerca de 60 mil barris. Planos de contingência tiveram que ser acionados para que o volume não fosse maior.

KELLY LIMA, Agencia Estado

04 de agosto de 2008 | 11h28

Tudo o que sabemos sobre:
Riopetroleirosgreve

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.