Petroleiros param por 24 horas a partir de segunda-feira

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) informou hoje que os trabalhadores de todas as unidades do sistema Petrobras no País farão greve de 24 horas, a partir da zero hora de segunda-feira, dia 17. A parada será em protesto contra o início da 7ª Rodada de Licitação de campos de petróleo brasileiros promovida pela Agência Nacional de Petróleo (ANP). Os petroleiros exigem alteração na Lei do Petróleo e a suspensão dos leilões das áreas exploratórias.A greve de 24 horas tem também por objetivo protestar contra a contraproposta em relação à data-base, apresentada pela Petrobras no dia 7. Além de ter suspendido as negociações referentes ao fundo de previdência complementar dos trabalhadores (Petros), a empresa propôs apenas 4,89% de reposição salarial, dizem os trabalhadores. A categoria reivindica 10,2% de reajuste, além da solução das pendências da Petros e demais reivindicações referentes às condições de trabalho e segurança.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.