Petroleiros prometem parar por 8 horas na sexta-feira

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) informou hoje que a categoria aprovou estado de greve e promoverá uma paralisação de oito horas na próxima sexta-feira, dia 3. O objetivo é pressionar a Petrobras a ceder nas negociações salariais. Além da paralisação, os petroleiros vão realizar operações-padrão nas unidades da estatal.

NICOLA PAMPLONA, Agencia Estado

30 de agosto de 2010 | 15h15

"Além de não avançarem no processo de negociação, (os gestores da companhia) ainda discriminaram a categoria com o indecoroso abono pago aos gerentes e demais funções gratificadas, em plena campanha salarial", diz a FUP, em nota oficial. A entidade reivindica um ganho real de 10% nos salários e reclama de políticas da Petrobras que "privilegiam quem ganha mais", ao vincular os abonos ao valor dos rendimentos de cada empregado.

Tudo o que sabemos sobre:
grevepetroleirosPetrobras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.