Petroleiros vão parar na sexta-feira por oito horas

Os empregados da Petrobrás aprovaram estado de greve em assembleias realizadas nos ultimos dias e realizam, na sexta-feira, paralisação de oito horas em unidades operacionais e administrativas da estatal. Segundo a Federação Única dos Petroleiros (FUP), o objetivo é pressionar a companhia a aceitar as reivindicações da categoria no processo de reajuste salarial.

Nicola Pamplona / RIO, O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2010 | 00h00

Os petroleiros querem reposição da inflação mais um ganho real de 10% por produtividade, além de maior participação nas discussões sobre a questão de segurança. A estatal vem sendo criticada por problemas de manutenção nas plataformas, que levaram à interdição de uma delas, a P-33, na Bacia de Campos, pela Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.