Petróleo atinge nova máxima

O contrato do petróleo cru para julho atingiu, no início da tarde, uma nova máxima intraday histórica e está testando o nível de US$ 42,00 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex). Agora, o contrato é negociado a US$ 41,85, com alta de US$ 1,92 (4,18%). Segundo cotações da Comstock, esse contrato chegou a US$ 42 o barril. O recorde intraday anterior era US$ 41,85 o barril, atingido no dia 17 de maio. O recorde de fechamento é um pouco menor, de US$ 41,72 o barril. Na International Petroleum Exchange (IPE), o contrato do petróleo brent para julho sobe US$ 2 (5,47%), para US$ 38,58 o barril. O mercado segue reagindo às preocupações sobre a insegurança nos países produtores e o temor de que ataques poderão gerar uma interrupção do fornecimento de petróleo. O temor era acalentado pelo ataque a expatriados que trabalham na indústria petrolífera, no fim de semana, na cidade de Khobar, na Arábia Saudita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.