Petróleo atinge US$ 66,55 em Nova York

O preço do petróleo em Nova York mantém nesta sexta-feira uma forte tendência de alta e estabelece um novo máximo histórico de US$ 66,55. Concretamente, pouco após o início da sessão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), o Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) para setembro era negociado a US$ 66,55 por barril, com uma alta de US$ 0,75. Também os contratos de gasolina registravam fortes altas e batiam recordes, ao ser negociados a US$ 1,995 por galão (3,78 litros).Por trás desta nova escalada de alta está, de novo, o temor de que ocorram interrupções no fornecimento, devido sobretudo à chegada de um furacão ao litoral dos Estados Unidos. Os habitantes do país que mais consome energia no mundo estão aproveitando o verão para viajar, por isso uma escassez no fornecimento de gasolina poderia aumentar ainda mais o nervosismo dos mercados.Além do petróleo tipo Texas, também o barril de petróleo Brent, de referência na Europa, bateu um novo recorde ficando em US$ 66,13 pouco depois da abertura da sessão no mercado de Londres. O preço do petróleo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) também escalou uma nova cota inédita, ao subir ontem atingindo US$ 58,28 por barril. Os preços estão impulsionados a alta por razões geopolíticas, como o reatamento das atividades nucleares no Irã, mas também pelo grande número de furacões que atinge os Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.