finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Petróleo avança em NY com dólar fraco e atenção com estoques

A variação do preço do petróleonegociado nos Estados Unidos mantinha-se em patamar positivonesta quarta-feira, depois de registrar novo recorde de alta, a99,29 dólares o barril. O movimento de alta era impulsionado pela fraqueza do dólare os baixos estoques da commodity, faltando pouco para o iníciodo inverno no Hemisfério Norte.Operadores disseram que qualquer surpresa negativa nos dadossobre os estoques norte-americanos, que serão divulgados nestaquarta a partir das 13h30 (horário de Brasília), pode fazer comque o preço da commodity supere a marca dos 100 dólares obarril. "Nós estamos com estoques apertados, um dólar fraco etensões geopolíticas", afirmou Mike Fitzpatrick, da MF Global."Podemos atingir os 100 dólares hoje, não vejo razão para ocontrário. Mas isso é apenas um outro número", acrescentou. Na Nymex, o contrato para janeiro subia 0,50 dólar, a 98,53dólares o barril. Em Londres, o contrato do tipo Brent tambémpara janeiro subia 0,33 dólar, para 95,82 dólares por barril. Os preços do petróleo nos Estados Unidos já subiram cercade 5 dólares nesta semana, à medida que os operadores passarama focar no recuo dos estoques no maior consumidor do mundo e naqueda do dólar, que afeta todas as commodities denominadas namoeda norte-americana. Os estoques de petróleo bruto nos Estados Unidos, que estãocerca de 7 por cento abaixo do patamar registrado há um ano,devem ter apresentado um aumento de 600 mil barris na semanaencerrada em 16 de novembro. O dado será divulgado nesta quartapela Administração de Informação de Energia. As reservas de derivados, que inclui óleo para aquecimentoe diesel, devem ter recuado em 300 mil barris, enquanto que osestoques de gasolina devem ter sido ampliados em 800 milbarris. (Por Richard Valdmanis)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.