Petróleo bate recorde mesmo após dado positivo de estoques

Crescimento bem acima do esperado nos estoques não evita nova alta nos preços da commodity nos EUA

Nathália Ferreira, da Agência Estado,

07 de maio de 2008 | 12h53

Os contratos futuros de petróleo na Nymex alcançaram novo recorde, em US$ 122,81 por barril, mesmo após um relatório mostrar crescimento bem acima do esperado nos estoques de petróleo nos EUA. Logo após a divulgação dos dados, os preços chegaram a cair mais de US$ 1, mas o mercado se mostra determinado a dar continuidade ao recente rali, segundo analistas. Veja também:Especial: Preço do petróleo em alta   Às 12h44 (de Brasília), o petróleo WTI para junho subia 0,02%, a US$ 121,86 por barril. Na plataforma Ice, o petróleo Brent para junho avançava 0,31%, a US$ 120,68 o barril. Os estoques de petróleo norte-americanos subiram 5,7 milhões de barris, para 325,6 milhões de barris, na semana encerrada em 2 de maio, informou o Departamento de Energia dos EUA (DOE). Analistas consultados pela Dow Jones esperavam, em média, elevação de 1,4 milhão nos estoques. Os estoques de gasolina aumentaram em 800 mil barris, para 211,9 milhões de barris, quando a expectativa era de queda de 400 mil nos estoques. Para Tim Evans, analista do Citigroup, a elevação das reservas de gasolina é surpreendente uma vez que a demanda está em alta. O petróleo WTI chegou a cair a US$ 120,54 em reação ao relatório, mas logo recuperou a tendência de alta. Desde sexta-feira, os preços já subiram cerca de US$ 12. "O mercado está nos dizendo que o rali ainda se mantém", afirmou Gene McGillian, analista da TFS Energy Futures. "Não acredito que esse relatório seja baixista o suficiente para tirar o mercado disso", completou.

Tudo o que sabemos sobre:
Petróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.