bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Petróleo cai 4,3% com previsão de grande queda na demanda

Os preços do petróleo caíram 4,3 por cento nesta quarta-feira após a Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) anunciar que a demanda global de energia este ano terá sua maior queda desde 1982 sob efeito da crise econômica mundial. Um relatório do governo dos Estados Unidos indicando um aumento maior do que esperado nos estoques do petróleo bruto nos EUA --o sétimo aumento semanal consecutivo-- provocou vendas, disseram analistas. O contrato do petróleo bruto para março, negociado na Nymex, caiu 1,61 dólar, a 35,94 dólares por barril. O contrato do tipo Brent também para março, negociado em Londres, caiu 0,33 dólar, a 44,28 dólares por barril. A queda no preço do petróleo nos EUA seguiu o anúncio da IEA, em seu relatório mensal, de que a demanda global de petróleo cairá em 980.000 barris por dia em 2009, uma queda que seria maior que a previsão anterior, de uma contração de 500.000 barris por dia. O preço do barril do petróleo caiu cerca de 110 dólares após o pico registrado em julho, efeito da crise econômica mundial e o seu impacto no consumo, causando preocupação entre os países membros da Opep, que concordaram em cortes recordes na produção de petróleo para conter a queda na demanda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.