-15%

E-Investidor: como a queda do PIB afeta o mercado financeiro

Petróleo cai. Mas é só uma pausa técnica

Os contratos futuros de petróleo eram negociados em baixa nessa manhã, com o surgimento de um leve movimento de realização de lucros após o cru para julho ter estabelecido um novo nível recorde ontem, de US$ 41,72 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex). No início da manhã, o contrato do cru para julho cedia US$ 0,32 (0,77%), para US$ 41,40 o barril, no sistema eletrônico da Nymex, devolvendo apenas uma fração da alta de 4,48% de ontem. Na International Petroleum Exchange (IPE), o contrato futuro do petróleo brent para julho estava em baixa de US$ 0,40 (1,05%), a US$ 37,77 o barril. Ontem, esse contrato subiu 4,55%. O contrato de gasolina para junho, na Nymex eletrônica, também era negociado em baixa, caindo 0,67%, para US$ 1,4480 o galão. Ontem, esse contrato também fechou em nível recorde, a US$ 1,4578 o galão, em alta de 2,89%.A queda dessa manhã era atribuída apenas a um ajuste técnico e, segundo operadores, a pausa deverá ser breve, já que continuavam as preocupações de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo não tem capacidade para elevar a produção em um volume suficiente para fazer frente aos movimentos de concentração sazonal de estoques no Hemisfério Norte. Persistia a avaliação de que mesmo um aumento de 2,5 milhões de barris de petróleo na produção da Opep não será suficiente para satisfazer a demanda. "O petróleo ainda vai subir mais. Isso é certo", disse um operador da IPE. "O sentimento agora é que qualquer aumento inferior a 3 milhões de barris por dia da produção da Opep não será nada além da legitimar a atual produção acima do limite de 23,5 milhões de barris do grupo", completou. Ontem, a escalada dos preços do petróleo foi atribuída ainda à notícia de que a Shell Oil Co suspendeu o bombeamento de 150.000 barris/dia de sua plataforma no campo marítimo Mars, localizado na costa da Louisiana. As informaçõe são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.