Petróleo cede com euro

Movimentação é fraca, diante dos feriados no Reino Unido e nos EUA nesta segunda-feira.

Cynthia Decloedt, da Agência Estado,

30 de maio de 2011 | 09h18

Os contratos futuros do petróleo estão em território negativo, influenciados pela alta do dólar frente ao euro. Mas a movimentação é fraca, diante dos feriados no Reino Unido e nos Estados Unidos nesta segunda-feira.

Às 9h21 (de Brasília), o contrato para julho do petróleo brent negociado na plataforma eletrônica ICE caía 0,35% para US$ 114,63 o barril; o WTI negociado na plataforma eletrônica da Nymex cedia 0,48% a US$ 100,11 o barril. O euro cedia a US$ 1,4278 (-0,06%) ante o dólar.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) deverá se reunir na semana que vem, em meio a uma crescente pressão das nações consumidoras para que o grupo exportador oficialize um aumento de produção para minimizar a alta dos preços. Sábado, o príncipe saudita Alwaleed bin Talal disse que seu país quer que os preços do petróleo caiam para entre US$ 70,00 a US$ 80,00 o barril, para evitar que os países do Ocidente substituam suas fontes de energia.

A Opep está em uma situação dúbia. Por um lado, é pressionado para aumentar a oferta e reduzir os preços; por outro, tenta evitar um excesso de oferta que possa provocar queda abrupta dos preços e prejudicar as exigências orçamentárias das nações do grupo. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.