Petróleo continua em alta e chega a US$ 45,13

O contrato futuro do petróleo cru, negociado na New York Mercantile Exchange (Nymex), continua testando o patamar de US$ 45,00, o qual tem se mostrado uma forte resistência. Alguns analistas acreditam que o teto não deverá ser superado facilmente, o que dependerá do surgimento de um fato realmente relevante no mercado. Às 10h48, o contrato desde petróleo com vencimento em setembro bateu novo recorde, de US$ 45,13.Já o contrato de petróleo brent com vencimento em setembro atingiu nova marca histórica de alta no começo da manhã, a US$ 42,00 o barril, diante de preocupações com a tensão no Iraque, que aumentou nas últimas semanas com o fim da trégua dos rebeldes xiitas seguidores do líder Muqtada al-Sadr.Situação no IraqueNa abertura do dia, o noticiário intensos combates na cidade sagrada de Najaf, com as forças norte-americanas anunciando o início da maior ofensiva já aplicada contra o exército de Al-Sadr. Posteriormente, era anunciada a renúncia de um membro do conselho do governo na cidade de Najaf, depois de seu pai ter sido seqüestrado.Circularam também informações ainda mais preocupantes ao mercado, de uma passeata de 5 mil simpatizantes de Al-Sadr em Basra, pólo petrolífero ao sul do Iraque, demandando a saída das tropas norte-americanas de Najaf e condenando o presidente iraquiano por seu apoio as forças estrangeiras. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.