Petróleo cru fecha em alta, a US$ 31,19 o barril

Os contratos futuros de petróleo e de produtos derivados fecharam em alta acentuada na New York Mercantile Exchange (Nymex) pelo segundo dia consecutivo, mais uma vez impulsionados por fatores técnicos, disseram analistas. Os futuros de petróleo alcançaram a máxima em oito semanas próximo ao horário de fechamento: US$ 31,27 o barril. Mas acabaram fechando em US$ 31,19 o barril, com alta de US$ 1,37. Segundo analistas, primeiro, fatores técnicos levaram os futuros de petróleo para cima, desencadeando ordens "buy-stops" (ordem de compra válida a partir de determinado preço). Depois, quando as vendas secaram, veio um forte movimento de cobertura de vendas a descoberto. O petróleo também subiu, impulsionado pelos temores de encolhimento das importações e de oferta apertada nos EUA. "Acho que estamos começando a ver os efeitos da ausência das exportações do Iraque no mercado", disse o trader da Northville Trading, Mike Busby. Embora, as exportações do Iraque tenham continuado pelo segundo dia no terminal de Ceyhan, um oficial iraquiano disse que Bagdá estava encontrando dificuldades em colocar o seu petróleo no mercado. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.