Petróleo cru sobe ao maior nível desde invasão do Kuwait

O petróleo cru opera no maior nível desde o recorde atingido pela commodity em outubro de 1990, quando o Iraque invadiu o Kuwait, precedendo a Guerra do Golfo. Às 7h54 (de Brasília), o petróleo cru operava em US$ 38,42, alta de US$ 0,72 (1,91%). Em outubro de 1990, o petróleo chegou a US$ 41,15 o barril. Em Londres, o petróleo brent operava no maior patamar desde novembro de 2000. O contrato de abril do brent valia US$ 33,56 no mesmo horário, US$ 0,49 (+1,48%) acima do fechamento. A divulgação ontem de queda nos estoques de petróleo cru, gasolina e óleo para calefação continuava alavancando os preços, já que os EUA preparam-se para atacar o terceiro maior produtor mundial de petróleo. Além disso, os EUA enfrentam um inverno severo, com temperaturas circulando abaixo das médias, acentuando a importância dos níveis das reservas de combustíveis. Ontem, o Departamento de Energia disse que os estoques de petróleo cru recuaram próximo ao menor nível em 28 anos e os estoques de combustíveis, como óleo para calefação e diesel, caíram abaixo de 100 mil barris pela primeira vez desde maio de 2000.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.