Petróleo da Opep marca recorde e fecha em US$ 92,06 o barril

Alta do barril Opep se junta ao aumeto do Petróleo Intermediário do Texas que atinge os US$ 100

Efe,

04 de janeiro de 2008 | 10h04

O preço do barril da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) alcançou um recorde histórico e ficou em US$ 92,06 (aproximadamente R$ 161,10), segundo o último cálculo divulgado nesta sexta-feira, 4, pelo Secretariado do cartel, em Viena.   A alta do barril da Opep se junta aos aumentos do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve), de referência nos Estados Unidos e que pela primeira vez em sua história atingiu os US$ 100, na quarta-feira.   O novo recorde do barril da Opep corresponde à cotação da quarta-feira, 26 - o último dado disponível - devido aos problemas técnicos sofridos pelo departamento de análise da Organização.   Uma fonte disse que, ao longo desta sexta, 4, deve ser publicado o preço de quinta-feira, 3. O recorde histórico anterior do petróleo da Opep havia sido registrado em 21 de novembro, em US$ 91,91 por barril (159 litros).   A empresa de consultoria PVM destaca em seu boletim desta sexta que as reservas armazenadas de petróleo nos EUA caíram na última semana de 2007 pela sétima vez consecutiva, e ficaram no nível mais baixo em três anos.   Desde 17 de dezembro, quando a cesta da Opep caiu para US$ 87,21 por barril, o preço do petróleo do cartel de 13 países-membros subiu mais de 5%.

Tudo o que sabemos sobre:
OpepPetróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.