Petróleo dispara com fortalecimento da tempestade Rita

O contrato futuro do petróleo com vencimento para outubro, negociado na Nymex (bolsa de Nova York), ampliou o movimento de alta, diante das indicações de que a tempestade tropical Rita poderá fortalecer-se à categoria de furacão ao passar pelo Golfo do México.Os meteorologistas estimam que a tempestade irá atingir regiões com elevada concentração de refinarias, no nordeste do Texas e no oeste da Louisiana. A informação mais recente era de que a tempestade estaria caminhando em direção a Houston.Às 13h33 (horário de Brasília), o contrato de outubro do petróleo subia 5,71% para US$ 66,60 o barril. Chegou a US$ 66,81 o barril na cotação máxima durante a manhã. O contrato de gasolina para outubro subia 10,97%, para US$ 1,9819 o galão.Preocupação na zona do GolfoA companhia Royal Dutch Shell já deu início à evacuação de funcionários não essenciais das plataformas do Golfo do México, em preparação para a passagem da tempestade tropical. A British Petroleum disse que monitora a situação e que seguirá os procedimentos padrões.O ministro do petróleo da Nigéria disse que os representantes da Opep estão preocupados com o potencial efeito da tempestade Rita no abastecimento nos EUA, apenas duas semanas após o furacão Katrina ter comprometido boa parte da produção norte-americana de refinados.De acordo com o Departamento de Fonte Natural, pelo menos 79,179 mil barris de petróleo da capacidade diária de produção das águas do Estado da Louisiana continua suspensa. Mas ainda não se tem informação sobre as condições de mais da metade da produção normal do Estado. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.