Petróleo em alta modesta apesar de carro-bomba em Bagdá

Os contratos futuros de petróleo oscilam em alta modesta em Londres (International Petroleum Exchange-IPE) e no sistema eletrônico Access em Nova York (New York Mercantile Exchange-Nymex). Na IPE, os contratos de petróleo Brent para agosto abriram em alta de US$ 0,35, em US$ 35,55 o barril, em reação à explosão de um carro-bomba em Bagdá, que matou 35 pessoas e feriu outras 138.O atentado de hoje foi o quarto em três dias. Os ataques anteriores provocaram a suspensão das exportações de petróleo iraquiano, privando o mercado de uma oferta de cerca de 1,6 milhão de barris/dia. Hoje, o ministro de petróleo do Iraque, Thamer al-Ghadhban, disse que equipes técnicas estão trabalhando no conserto dos três oleodutos que alimentam o principal terminal de exportação do país em Basra. Ele disse que as exportações iraquianas serão retomadas "em breve".Em outra notícia do dia, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) revisou para cima sua estimativa de crescimento da demanda mundial em 440 mil barris/dia, para 1,71 milhão de barris/dia no terceiro trimestre em comparação com o segundo trimestre.Outro fator de alta para o mercado: o sindicalista Bjoern Tjessem, do sindicato de petroleiros da Noruega (OFS), disse que as negociações com o grupo patronal não estão avançando nas questões sobre previdência e segurança no trabalho. "Estamos no mesmo lugar que estávamos ontem. E ainda estamos prontos para uma greve", disse Tjessem. Os sindicalistas dizem que uma greve poderá reduzir a produção da Noruega em 350 mil barris/dia, quase 12% de sua atual produção.Limitações para a altaContudo, segundo analistas, a decisão da Opep de elevar a produção, anunciada no início do mês, e outros fundamentos bearish (de baixa do mercado) continuam a limitar qualquer movimento de alta dos preços. Às 10h53, na IPE, os contratos de petróleo Brent para agosto subiam US$ 0,24 (+0,68%), em US$ 35,44 o barril. Próximo ao encerramento dos negócios no sistema Access, na Nymex, os contratos de petróleo para julho estavam em alta de US$ 0,16 (+0,43%), em US$ 37,48 o barril.As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

17 de junho de 2004 | 12h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.