Petróleo fecha em alta no mercado de Londres

O barril do Petróleo Brent, de referência na Europa, fechou hoje cotado a US$ 73,21 no mercado de Londres. Em relação a ontem, a alta foi de US$ 0,21. Nas últimas três semanas, o preço do produto aumentou cerca de 8% devido ao temor dos mercados de que o fornecimento de petróleo pudesse ser interrompido pela crise iraniana e a situação de violência na Nigéria. Hoje, o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, que tem visto a gasolina subir e a sua popularidade cair, anunciou uma série de medidas, entre elas a suspensão dos depósitos na Reserva Estratégica, para tentar conter os preços. Segundo os dados do Governo, o preço médio do galão (3,78 litros) de gasolina chegou a US$ 2,91 dólares na semana passada, o quarto valor mais alto da História. O combustível continuou subindo e já supera a barreira de US$ 3 em todo o país. A pressão dos preços obrigou hoje a Bush a falar sobre energia pela segunda vez em quatro dias. Num discurso em Washington, ele afirmou que uma das prioridades é aumentar a oferta. Para isso, vai suspender até meados do segundo semestre os depósitos de petróleo na Reserva Estratégica nacional. Os analistas, segundo Bush, calculam que os altos preços da gasolina deverão continuar sendo pressionados nesse período. Tradicionalmente, durante os meses de verão no hemisfério norte o combustível fica mais caro. Começa a temporada de férias nos EUA, e portanto aumenta a demanda. Ele também suspendeu algumas regulamentações federais sobre gasolina "limpa", que obrigam os consumidores a comprar misturas mais caras. Outra parte da estratégia será, acrescentou Bush, "garantir que os consumidores recebam um tratamento justo" nos postos de gasolina, sem aumentos artificiais. Ele anunciou uma investigação para reprimir a prática nos 50 estados. Além disso, as empresas do setor devem "reinvestir seus fluxos de capital para ampliar a capacidade de refino e desenvolver novas tecnologias ou fontes de energia alternativas", pediu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.