Petróleo fecha em baixa nos EUA, mas acima das mínimas do dia

Os futuros do petróleo nos EstadosUnidos terminaram em baixa na terça-feira, mas acima dasmínimas do dia, depois de o Federal Reserve ter reduzido suataxa básica de juros em 0,75 ponto percentual, para 3,5 porcento, em uma tentativa de acalmar os mercados temerosos comuma recessão nos EUA. "Os mercados de petróleo estão respondendo ao corte dejuros do Fed, com esperança de que isso vá ajudar a economia emanter robusta a demanda pelo petróleo", disse Phil Flynn,analista da Alaron Trading em Chicago. Na Bolsa de Nova York, o contrato fevereiro do petróleofechou com queda de 0,87 dólar, ou 0,96 por cento, a 89,70dólares o barril, tendo sido negociado entre 86,11 e 91dólares. A mínima de 86,11 dólares foi a mais baixa cotação desdeque o petróleo atingiu 85,82 dólares em 6 de dezembro, além derepresentar uma queda de 13,96 por cento em relação ao recordede 100,09 no contrato referencial atingido em 3 de janeiro. Em Wall Street, as preocupações com uma recessãopressionaram as ações, mas o declínio foi menor do que o temidoinicialmente, já que a decisão emergencial do Fed ajudou adiminuir os temores dos investidores e estabilizar os mercadosglobais. Em Londres, o março do Brent fechou com alta de 0,63 dólar,ou 0,72 por cento, a 88,14 dólares o barril, negociado entre 85e 88,86 dólares. (Por Gene Ramos e Robert Gibbons)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.