Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Petróleo fecha em queda com expectativas sobre reunião da Opep

Os preços do petróleo fecharam emqueda em uma sessão volátil nesta segunda-feira, encerrando bemacima da mínima do dia, atingida quando operadores avaliaram apossibilidade da Organização dos Países Exportadores dePetróleo (Opep) aumentar a sua produção quando o grupo seencontrar na semana que vem. "Com a Opep capaz de pressionar antes de sua reunião,operadores esperam bastante volatilidade e decidiram tiraralgumas fichas da mesa", disse Addison Armstrong, analista daTFS Energy. Na Nymex, o contrato janeiro fechou em baixa de 0,48 dólara 97,70 dólares por barril, sendo negociado entre 96,50 e 99,11dólares. A commodity atingiu um recorde a 99,29 durante asessão da última quarta-feira. Em Londres, o petróleo tipo Brent encerrou a sessão embaixa de 0.73 dólar a 95,03 por barril, sendo negociado entre94,26 e 96,65 dólares.O ministro do Petróleo iraniano, Gholamhossein Nozari, disse nosábado que alguns membros da Opep estão defendendo um aumentoda produção para a reunião dos ministros do Petróleo do cartelem Abu Dhabi no dia 5 de dezembro. As exportações de petróleo via mar da Opep, excluindoAngola, caíram em 340 mil barris por dia na primeira metade domês de novembro, frente às últimas duas semanas de outubro,mostraram os dados de carregamento de petróleo da Lloyd'sMarine Intelligence Unit nesta segunda-feira. Os mercados estão antecipando o relatório de estoques depetróleo nos Estados Unidos desta semana, após o relatório dasemana passada mostrar uma queda nas reservas da commodity e deseus destilados na semana que acabou no dia 16 de novembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.