Petróleo fecha em queda de 3% com alta dos estoques de gasolina

Os preços do petróleo fecharam nomenor patamar em seis semanas nesta quarta-feira, ampliando asperdas pelo segundo dia consecutivo, com a alta acima doesperado dos estoques de gasolina e destilados compensando aqueda das reservas de petróleo. Os dados do governo mostram que os estoques de gasolinasubiram muito acima das expectativas do mercado, com a demandapermanecendo estável, enquanto que os estoques de derivadossubiram perto do esperado. A pressão do dólar continuou, e a moeda subiu frente aoiene e ao euro, com a confiança no setor financeironorte-americano se recuperando. Na Nymex, o contrato setembro fechou em queda de 3,98dólares, ou 3,1 por cento, a 124,44 dólares por barril, o menornível desde o fechamento de 4 de junho, após ser negociadoentre 124,30 e 128,70 dólares. A mínima desta quarta-feira está 22,97 dólares, ou 15,6 porcento, abaixo do recorde de 147,27 atingido en 11 de julho. Em Londres, o contrato setembro do petróleo tipo Brent caiu4,26 dólares, ou 3,29 por cento, a 125,29 dólares por barril,sendo negociado entre 125,09 e 129,50 dólares. (Reportagem de Gene Ramos e Robert Gibbons)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.