Petróleo fecha em queda em NY, a US$ 68,01

Perdas do dia se devem a uma fuga de risco observada em muitos outros mercados, incluindo o de metais preciosos e o de ações

Álvaro Campos, da, Agência Estado

20 de maio de 2010 | 18h30

Os contratos futuros de petróleo fecharam o dia em queda, pressionados por preocupações sobre um excesso de petróleo no Centro-Oeste dos Estados Unidos e pela possibilidade de uma desaceleração econômica na Europa.

Com pouca negociação, os contratos futuros de petróleo com vencimento em junho, que expiraram hoje, fecharam em queda de 2,7%, para US$ 68,01 o barril, na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês). Os contratos futuros mais negociados, com entrega para julho, fecharam com retração de 2,3%, a US$ 70,80 o barril. No mercado eletrônico ICE de Londres, o contrato futuro de petróleo tipo Brent com vencimento em julho fechou em queda de US$ 1,85, a US$ 71,84.

Participantes do mercado disseram que as perdas do dia se devem a uma fuga de risco observada em muitos outros mercados, incluindo o de metais preciosos e o de ações. Os investidores temem que o crescimento da economia global possa ser prejudicado se a crise da dívida da Grécia se espalhar para além das fronteiras do país.

Um aumento inesperado no número de novos pedidos de auxílio desemprego, divulgado hoje pelo Departamento de Trabalho dos Estados Unidos, alimentou os receios. No fim da tarde, os contratos de petróleo tiveram uma recuperação parcial, depois de uma repentina elevação do euro em relação ao dólar, o que torna o petróleo mais barato para aquisições com a moeda europeia.

Porém, participantes do mercado de câmbio disseram que a recuperação do euro teve pouco a ver com qualquer melhora na perspectiva da dívida da Grécia ou no crescimento econômico da Europa. O movimento surgiu durante um período de poucas transações, depois que muitos investidores já haviam deixado os mercados de câmbio para evitar exposição à crise. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.