carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Petróleo fecha no maior nível em 6 meses, a US$58,85 o barril

Os futuros do petróleo nos Estados Unidos fecharam no maior nível em seis meses nesta terça-feira, com a baixa da sessão anterior atraindo compradores, disseram fontes do mercado.

REUTERS

12 de maio de 2009 | 17h37

No entanto, os ganhos foram magros na véspera da divulgação do relatório semanal de estoques do produto, que deve mostrar novo aumento das reservas norte-americanas.

O dólar caiu frente ao euro para o menor nível em quatro meses, estimulando investimentos em commodities. Mas a queda no mercado acionário norte-americano e expectativas de novo aumento nos estoques dos EUA mantiveram a cautela dos investidores.

"Estamos vendo compras nas quedas e vendas nas altas, à espera de estoques. As opções do petróleo vencem na quinta-feira, o que dá alguma volatilidade", disse Dan Flynn, analista da Alaron Trading, em Chicago.

A Agência de Informação de Energia dos EUA irá divulgar seu relatório semanal sobre estoques de petróleo na quarta-feira.

Analistas estimaram em pesquisa Reuters que os estoques do produto subiriam 1,4 milhões de barris.

Na Nymex, o petróleo para entrega em junho fechou em alta de 0,35 dólar, ou 0,6 por cento, a 58,85 dólares por barril, o maior valor de fechamento desde 11 de novembro de 2008, quando encerrou a 59,33 dólares por barril.

O contrato foi negociado entre 57,81 dólares e 60,08 dólares, o maior valor intradia desde 11 de novembro, quando chegou a 62,28 dólares.

Em Londres, o petróleo Brent para entrega em junho subiu 0,46 dólar, ou 0,8 por cento, a 57,94 dólares por barril.

(Reportagem de Gene Ramos e Robert Gibbons)

Tudo o que sabemos sobre:
PETROLEOFECHAALTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.