Petróleo nos EUA fecha com forte alta em dia de dólar fraco

Desvalorização do dólar frente ao euro leva barril da commodity a queda de mais de 4%, fechando a US$ 127,79

REUTERS

05 de junho de 2008 | 18h04

Os preços futuros do petróleo nos Estados Unidos se recuperaram nesta quinta-feira, 5, após dois dias de quedas acentuadas, fechando com alta de mais de 4%, em decorrência da fraqueza do dólar frente ao euro, o que levou fundos a trocarem ativos pela commodity. Na Nymex, o contrato julho subiu US$ 5,49, ou 4,49%, fechando a US$ 127,79 por barril, após ter sido negociando entre US$ 121,61 e US$ 128,26. Os ganhos apagaram a baixa acumulada de US$ 5,46 nas duas últimas sessões. A alta do dia se deve ao "dólar, fatores técnicos altistas e a quebra da barreira dos US$ 125,10", disse Tom Bentz, analista do BNP Paribas Commodity Futures. O dólar se enfraqueceu frente ao euro, que se recuperou da mínima de três semanas atingida durante a sessão após o presidente do Banco Central Europeu, Jean-Claude Trichet, ter sinalizado para um aumento do juros ainda neste ano. Os ganhos do dia foram a maior alta percentual diária desde 26 de março, e foram alimentados parcialmente por um surto de compras técnicas após os preços atravessarem a máxima da véspera de US$ 125,10, disseram operadores. Após o fechamento do mercado, nas negociações eletrônicas, o petróleo ampliou a alta para mais de 6 dólares, o maior salto em termos de dólar da história, segundo dados da Reuters. Em Londres, o petróleo tipo Brent saltou US$ 5,44, ou 4,46%, a US$ 127,54 por barril, sendo negociado entre US$ 121,32 e US$ 127,84.

Tudo o que sabemos sobre:
PETROLEOFECHAATUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.