Petróleo nos EUA recua com aumento nos estoques

Os futuros do petróleo nos EstadosUnidos fecharam em queda pela terceira sessão consecutiva nestaquarta-feira, com os dados dos estoques do governonorte-americano mostrando um aumento acima do esperado naúltima semana. Durante a sessão, os preços balançaram com dadosconflitantes do governo e do setor privado sobre como variaramos estoques na semana passada. O Instituto Americano de Petróleo, um grupo industrial,afirmou que as reservas domésticas de petróleo caíram,divulgando seu relatório cinco minutos antes dos dados daAdministração de Informações de Energia. Na Nymex, o contrato setembro recuou 0,59 dólar, ou 0,5 porcento, para fechar a 118,58 dólares por barril, após ter sidonegociado entre 117,11 e 120,49 dólares. A mínima da sessão se configurou no menor nível desde 5 demaio. O petróleo nos EUA atingiu um recorde a 147,27 dólares em11 de julho. Em Londres, o contrato setembro do petróleo tipo Brent caiu0,70 dólar, ou 0,59 dólares, a 117 dólares por barril, apósoperar entre 115,60 e 118,77 dólares. Os dados do governo para a semana passada mostraram que osestoques de petróleo subiram pela primeira vez em três semanas,com uma alta de 1,7 milhão de barris, para 296,9 milhões debarris, mais de cinco vezes a previsão de crescimento de 300mil barris da Reuters. "Uma questão chave é quanto nós vamos conseguir com orecuou da gasolina quando temos apenas mais um mês da temporadade viagens", afirmou Tim Evans, analista da Citi FuturesPerspective. (Reportagem de Gene Ramos e Robert Gibbons)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.