Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Petróleo nos EUA tem leve alta apesar de queda em Wall Street

Os futuros do petróleo nos Estados Unidos atingiram o maior nível em quase seis meses nesta quinta-feira, mas fecharam abaixo do pico de 2009 registrado durante a sessão.

REUTERS

07 de maio de 2009 | 17h54

Realização de lucros, após um enfraquecimento em Wall Street, reduziu a força do petróleo.

O enfraquecimento do dólar diante do euro, dados sobre pedidos de auxílio-desemprego nos EUA melhores que esperados e esperanças crescentes de recuperação econômica impulsionaram o mercado de petróleo mais cedo.

"A reviravolta do S&P causou a realização de lucros no mercado de petróleo. As coisas que dirigem este mercado, o otimismo econômico, não mudaram. Então pode ser que o mercado esteja apenas respirando", disse Gene McGillian, analista da Tradition Energy, em Connecticut.

Na Nymex, o petróleo para entrega em junho subiu 0,37 dólar, ou 0,66 por cento, a 56,71 dólares por barril, o maior nível de fechamento desde 14 de novembro de 2008, quando fechou em 57,04 dólares.

O contrato foi negociado entre 55,46 dólares e 58,57 dólares, o maior valor intradia desde 17 de novembro de 2008, quando chegou a 58,98 dólares.

Em Londres, o petróleo Brent para entrega em junho subiu 0,32 dólar, ou 0,57 por cento, a 56,47 dólares por barril.

(Reportagem de Gene Ramos e Robert Gibbons)

Tudo o que sabemos sobre:
PETROLEOFECHAALTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.