Petróleo recorde pressiona novamente e bolsas da Ásia recuam

O novo preço recorde do petróleo,acima dos 125 dólares o barril, derrubou as principais bolsasasiáticas nesta sexta-feira, enquanto um iene mais fortepressionou as exportadoras japoneses, como a Toyota Motor. Às 7h52 (horário de Brasília), o petróleo negociado nosEstados Unidos tinha alta de 1,29 por cento, aos 124,98 dólareso barril. Enquanto isso, o índice MSCI que reúne mercados daregião Ásia-Pacífico exceto Japão tinha queda de 0,46 porcento, aos 484 pontos. A bolsa de TÓQUIO teve forte queda de 2,06 por cento,impactada pelas ações da maior montadora do mundo, a Toyota,caindo por conta do forte iene e depois de prever a primeiraqueda anual no lucro em sete anos. "A perspectiva da Toyota é uma notícia negativa para toda aindústria de automóveis. Os investidores ficaram cautelosossobre os lucros de outras montadoras", afirmou KatsuhikoKodama, estrategista na Toyo Securities. O principal índice da bolsa de SEUL recuou 1,31 por cento,a 1.823 pontos. Em HONG KONG, a desvalorização foi de 1,52 por cento, para25.063 pontos. XANGAI se desvalorizou em 1,19 por cento eTAIWAN recuou 0,84 por cento. CINGAPURA registrou queda de 0,31por cento. Na contramão, a bolsa de SYDNEY avançou 0,85 por c

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.